O perigoso desejo de ser sempre admirado.

Amigos, existe coisa mais chata que ser cobrado a dar atenção, elogiar ou admirar algo que alguém fez?

Existe algo mais chato que alguém que vive sempre se lamentando de que ninguém reconhece seu valor?

Para essas pessoas talvez seja necessário dizer algumas verdades: Talvez elas realmente não tenham o “valor” que julgam ter. Explico: do ponto de vista humano, somos todos criaturas valorosas aos olhos de Deus, mas profissionalmente a coisa muda de figura. Talvez o trabalho que elas fazem não seja bom, o texto que elas escrevem não tenha coerência, a música que elas fazem seja realmente ruim, o quadro que elas pintam seja apenas um borrão de cores ou elas sejam simplesmente atores medíocres.

Não passa pela cabeça de muita gente, que talvez as pessoas não lhes “deem o valor” esperado, exatamente porque elas não têm esse valor que julgam ter? Ninguém deve cobrar elogios, admiração ou reconhecimento, isso é coisa que se conquista, ponto!

É muito perigoso viver sempre à caça de reconhecimento. Tá, eu sei que precisamos nos sentir bem e valorizados, que é frustrante trabalhar, se esforçar, estudar e parecer que o mundo não está nem aí pra gente, é complicado mesmo. Mas deixem eu dizer uma coisa: Faça sempre o melhor, faça por você, faça pelo prazer de fazer, faça porque deseja deixar um legado aos filhos, ao mundo. Faça porque é isso que você ama.

Com o tempo você vai perceber que a opinião dos outros importa cada vez menos e seu esforço para ser hoje, melhor do que foi ontem, finalmente poderá ser admirado.

E se não for?

Continue melhorando, pois, viver na dependência da aprovação dos outros é ser um escravo. Liberte-se.

Facebook Comments

jorgewcosta

Website: